Direto de Gotemburgo, Suécia.

Depois de vender mais de 100.000 unidades da primeira geração dos motores D4/D6, a Volvo Penta apresentou a nova geração dessa linha de motores. Apesar de externamente o visual não ter mudado muito, os engenheiros da empresa informam que mais de 85% das peças foram redesenhadas, resultando em unidades potentes, mais confiáveis e eficientes.
A potência máxima da linha D4 agora é de 320 hp, enquanto os D6 vão até 480 hp, tudo isso com uma economia de até de 7% de combustível.
A empresa garante ainda que prevê uma redução de incidentes de falhas em torno de 30%-40%.
Não ha ainda informações de quando começa a importação para o Brasil

Mais Potência, Menor Custo de Manutenção

Apesar de mais potentes, a Volvo Penta investiu na redução dos custos de manutenção. Os intervalos continuam o mesmo, mas muitas peças de troca foram substituídas por que executam a mesma função, a exemplo do filtro de gases do cárter, função agora executada por um separador de líquidos permanente montado no motor.

Nova Rabeta Aquamatic DPI

Outra boa novidade apresentada é a nova rabeta Aquamatic DPI com embreagem hidráulica. Acabaram-se os engates ruidosos e foi adicionada a função “Slow”, que faz com que se possa navegar à velocidades até 50% menores em mesmo giro. Assim é possível manobrar com mais precisão, por exemplo.
Além disso, a partir de agora os conjuntos com rabeta Aquamatic DPI não necessitam mais de cabo de direção. A função “Fly by Wire” é standard em toda linha. E podem dispor de controle de manobras por Joystick, o que não era possível anteriormente.

EVC de Segunda Geração

Seguindo a filosofia “Easy Boating”, que almeja facilitar a vida de quem pilota barcos, a Volvo Penta melhorou o seu sistema de controle de embarcações, o EVC. O visual dos manetes e telas em vidro pouco mudou e o que fica mais evidente é a ausência do acabamento cromado nas manetes. Além de mais elegante, elimina um processo altamente prejudicial ao meio ambiente. A maior mudança, no entanto, está em aprimoramentos no software que agora permite a instalação de até três motores no mesmo canal de dados.

IPS também renovado.

Além de novas rabecas DPi, a Volvo Penta apresentou também melhorias no seus “por drives” IPS. A experiência acumulada com mais de 25.000 unidades vendidas foi usada para aperfeiçoar os novos conjuntos. Por exemplo, agora as unidades contam com a possibilidade de troca de óleo de dentro da embarcação, eliminando a necessidade de retirada do barco da água.